Dez anos de ativismo digital

O caderno Link, do Estadão, preparou uma matéria especial em função do aniversário de uma década do episódio dos protestos em Seattle (Estados Unidos) contra a reunião ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC), comemorado ontem, dia 30 de novembro. O movimento é considerado pioneiro no uso de ferramentas da web para fins de mobilização: uma espécie de semente dos recentes protestos via Twitter nas eleições no Irã e dos relatos de abuso feitos por blogueiros de países em regime ditatorial em todo mundo.

Leitura mais do que recomendada. Abaixo, reproduzimos um trechinho:

“Existiu uma época – sem YouTube, Flickr, Wikipédia, blogs ou qualquer ferramenta de autopublicação – em que colocar seu relato na internet era muito mais um ato de protesto do que qualquer outra coisa. Uma época em que se buscava uma nova forma de comunicação, mais livre de intermediários. […] Ao menos 40 mil pessoas, entre elas ativistas, membros de ONGs, sindicalistas, ambientalistas e anarquistas, reunidos sob uma organização descentralizada chamada de Direct Action Network (DAN), tomaram as ruas do centro de Seattle e furaram o bloqueio em torno do local onde a reunião acontecia. A manifestação ficou conhecida como N30 ou a Batalha de Seattle.”

Clique aqui para ler na íntegra

Leia também a análise do professor Sílvio Mieli, da PUC-SP, sobre o episódio de Seattle e o ativismo digital praticado hoje

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s